Grãomelete fermentado

Aprendi a fazer essa maravilhosidade e nem vejo mais tanta graça no grãomelete sem fermentar. Descobri através de @papacapim_sandra, uma mulher super necessária que vale a pena seguir. No blog dela tem um post bem completinho e foi lá que eu aprendi, mas depois de ter feito um montão de vezes, vim contar como eu costumo fazer aqui em casa.

INGREDIENTES

  • Farinha de grão de bico
  • Água
  • Temperinhos e sal

Pode ser na quantidade que você preferir, eu tenho feito 1:1 (1 xícara de grão de bico e 1 xícara de água) e gosto bastante. Essa medida rende duas refeições (para mim, aí depende do quanto você vai comer)

COMO EU FAÇO

  • Em um vidro limpo, coloco a farinha de grão de bico e a água e mexo bem
  • Coloco a tampa por cima do vidro, mas não rosqueio (a tampa é importante para proteger o grãomelete, mas é importante deixar espaço para ele respirar)
  • Deixo descansando até fermentar (o tempo depende da temperatura. Se tiver bem quente, as vezes fermenta em 8 horas, mas se tiver frio pode demorar bem mais, as vezes mais de 24h). Quando fermenta, é possível ver bolhas na massa (a depender da quantidade de água, a água separa da massa, é normal). O cheiro fica bem forte, pra mim parece um cheiro de ovo. É forte mesmo, mas depois de mexer esse cheiro some
  • Como aqui no inverno faz bastante frio, gosto de deixar dentro do armário que fica ao lado do forno, funciona demais! No verão, deixo na bancada mesmo, só deixo longe do sol
  • Após fermentar, eu rosqueio a tampa e coloco na geladeira
  • Na hora de preparar, coloco uma frigideira antiaderente para aquecer em fogo médio, pego metade da massa e transfiro para uma tigela. Mexo bem, e a massa fica beeeeem gostosinha, é satisfatório. Coloco temperinhos (gosto muito de cúrcuma, ervas desidratadas e pimenta do reino, mas vou variando) e sal. Também fica gostoso colocar cebola picadinha, cenoura ralada, tempero verde, azeitona, tomate, etc.
  • Como eu não cozinho com óleo, coloco direto na panela aquecida. Dá certo se o antiaderente estiver em dia, senão gruda. Confesso que fica mais gostoso com azeite, mas como não posso, faço sem mesmo e fica bom mesmo assim
  • Fica mais gostoso que o sem fermentar (fica com um sabor mais complexo), mais macio…
  • Dá para fazer vários discos menores ou um grande, como você preferir
  • Eu AMO comer com abacate, fica a sugestão
  • Também já fiz assim: preparei o grãomelete na frigideira, depois coloquei queijo vegetal (o cremoso de amêndoas que eu faço), queijo, cebola e coloquei no forno pra gratinar. Delícia!
  • Se quiser acelerar o processo de fermentação, você pode preparar o próximo no vidro “sujo” de grãomelete (preparado anteriormente). O que eu gosto de fazer é: faço a mistura no vidro “sujo” e depois transfiro para um vidro limpo, porque fica bem melecado. Aí lavo o vidro anterior e deixo fermentando num vidro novo, limpinho
  • Na hora que você abrir o vidro, você vai sentir um cheiro forte, é normal. No início eu ficava preocupada, mas acostumei. Faz parte dos fermentados 🙂
  • Eu não costumo deixar muitos dias na geladeira, mas @papacapim_sandra disse que fica bem por até uns 4-5 dias. Eu normalmente deixo 2 (porque não aguento ver aquilo e não comer)
  • A digestão do grãomelete fermentado é muito melhor. Eu não me dou bem com farinha de grão de bico em excesso, e dessa forma não sinto nenhum desconforto (além de achar mais gostoso)
  • Só vire o grãomelete quando ele já estiver douradinho embaixo, se ainda estiver cru/mole, gruda com muito mais facilidade

QUEM FAZ

Isabela Mascarenhas

Oi, prazer 🙂 Me chamo Isabela, sou vegana, comilona e amo cozinhar. As receitas postadas aqui são todas criadas e testadas por mim (sempre que posto uma receita de terceiros, sinalizo no post). Espero que goste da receita, se tiver alguma dúvida me manda inbox lá no instagram @to_comendo que te respondo. Beijoca <3

APOIE MEU TRABALHO

INSTAGRAM

MEU LIVRO DIGITAL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *